SOLIDARIEDADE NA PANDEMIA: PADARIA DO SUL DE MINAS PÕE A MESA PARA DESEMPREGADOS

Iniciativa já beneficia dezenas de famílias da região e conta com doações internacionais; veja como ajudar

Tudo começou com um gesto simples. Em 20 de março, dois dias após o decreto que determinou o isolamento social em Minas em razão da pandemia de coronavírus, o dono de uma padaria em Poços de Caldas, no Sul do estado, decidiu montar uma mesa com produtos de café da manhã do lado de fora do estabelecimento. Ao fundo, uma placa avisava: “Se você está sem dinheiro para o pão, pode pegar”.

 

Alguns dias depois, a iniciativa tomou proporções maiores do que o empresário Jefferson Viana esperava. Os clientes e a população da cidade aderiram à partilha e começaram a contribuir com alimentos e dinheiro. Agora, Jefferson não só põe a mesa com produtos gratuitos, como entrega diariamente dezenas de cestas básicas e produtos de higiene a 15 famílias de Poços de Caldas.

 

“Comecei disponibilizando o básico: pão, leite, bolos e biscoitos. Hoje, entregamos cestas básicas com arroz, feijão, macarrão, óleo, açúcar, além de itens de higiene e limpeza para várias pessoas aqui da região. Tivemos que fazer uma espécie de cadastro, que já conta com quase 20 famílias”, relata o proprietário da padaria.

 

Doações internacionais

A ação solidária repercutiu fora do país. Segundo Jefferson, uma família de brasileiros que mora nos Estados Unidos, em Nova York, entrou em contato com a panificadora se dispondo a “adotar” três famílias carentes em Poços de Caldas durante o período de quarentena. “Eles optaram por nos enviar uma quantia mensal, que nós convertemos em produtos da padaria e outros considerados essenciais”, conta.
Ainda de acordo como empreendedor, uma igreja evangélica, também de Nova York, entrou nessa quarta-feira (1°) para o grupo de doadores.

Como ajudar

O cadastro de famílias carentes na padaria, conta Jefferson Vianna, cresceu tanto que foi preciso montar uma lista de espera, já que o volume doações não tem sido suficiente para atender todos os inscritos.
Para contribuir com a ação solidária, basta entrar em contato pelo telefone (35) 3712-8971. “Aceitamos até mesmo alimentos perecíveis, já que fazemos entregas na casa das pessoas carentes”, avisa o empresário.

****

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

 

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.
Fonte: Estado de Minas Gerais