Valorizando as pessoas

Empresas foram motivadas a se posicionarem sobre a pandemia e decisão afetou, principalmente, a manutenção de suas atividades junto às equipes

A economia global está se reinventando a partir das restrições impostas pela Covid-19. O trabalho remoto que já vinha sendo amplamente debatido, agora se tornou uma realidade para muitos trabalhadores. As residências se tornaram escritórios e as grandes, médias e pequenas empresas estão adaptando a nova forma de se trabalhar. Mas, o momento não exige somente ajustes no ambiente físico, ele também requer foco na qualidade de vida e bem-estar dos colaboradores e suas famílias.

O isolamento social despertou ou ampliou efeitos colaterais para alguns indivíduos, como ataques de pânico e mesmo depressão. Afinal, o início de toda situação não foi programado e não há certeza de quando tudo isso irá passar. Por isso a importância de focar no ser humano e na proximidade entre organizações e seus times.

Há diversos exemplos inspiradores mundo afora e, nacionalmente também temos casos de sucesso na gestão de equipe. Acompanhe algumas iniciativas nessa área:

Proteção

Muitas empresas optaram por trabalhar com a capacidade mínima de operação, como a Klabin, que focou na manutenção da segurança dentro das unidades.

Capacitação

Como forma de incentivar a formação e capacitação dos colaboradores durante o período de quarentena, as lojas Pernambucanas disponibilizaram de forma gratuita e online cursos de Finanças Pessoais por meio da Universidade Corporativa Digital Pernambucanas.

A rede de cinemas Cinemark abriu para os funcionários um PDV e um Programa de Qualificação Profissional remunerado.

Novas oportunidades

Na contramão das demissões em massa e reduções salariais, o Carrefour anunciou a abertura de 5 mil novas vagas. As vagas são para: operadores de loja, auxiliares de perecíveis, agentes de prevenção, recepcionistas de caixa, padeiros, peixeiros, técnicos em manutenção, açougueiros, operadores de centro de distribuição e vendedores de eletrodomésticos.

Apoio emocional

Com o fechamento de diversos bares e restaurante, a marca de bebidas Barcardi lançou um programa de apoio emocional e acolhimento para bartenders e barstaff. O suporte será fornecido por profissionais da área de psicologia de forma online.

O Posto Ipiranga, entre outras medidas, ofertou suporte psicológico via telefone para os funcionários.

Confira a lista completa das ações, além de outras iniciativas de solidariedade que estão sendo realizadas.

 

Fonte: Fundação Dom Cabral.

Crédito da foto:Charles Deluvio on Unsplash