Curitibanos multiplicam ações de solidariedade na pandemia

A empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro é o que fez a diferença no combate à Covid-19

Em meio a pandemia de Covid-19, a preocupação com o próximo se tornou ainda mais importante, principalmente quando ela se transforma em ação para ajudar a melhorar a rotina de quem passa por dificuldades. A vontade de ajudar se aflorou ao passo que a crise sanitária e socioeconômica avançou. Foi nesse cenário que a curitibana Cecília Buck decidiu descruzar os braços e encontrar uma maneira de contribuir.

A ideia viralizou e a corrente do bem ganhou proporções que a Cecília não imaginava. Além de alimentos, foram arrecadados itens de higiene e limpeza.

Conforme Cecília, várias das famílias que ela e os amigos ajudaram perderam renda com a pandemia e passaram a necessitar de itens de subsistência.

O Francisco Gilvani, proprietário de um pet shop no bairro Boa Vista, também decidiu ajudar como pode. Após ter sido demitido de uma empresa em plena pandemia, ele juntou as economias e abriu o próprio estabelecimento. No dia a dia, percebeu a necessidade de doar ração para quem tem bicho de estimação e não consegue comprar o alimento para o pet. Ele improvisou uma mesa, colocou as porções em saquinhos e um cartaz.

Chico diz que a situação não está fácil para ninguém, mas com ajuda podemos sobreviver aos dias difíceis.

Fonte: CBN Curitiba.