Aposentado distribui comida para pessoas em situação de rua e seus cachorros durante a pandemia

“Seu Siqueira”, de 66 anos, mora em Praia Grande (SP) e, desde o começo da pandemia, compra comida para moradores de rua com sua aposentadoria

Desde o dia 21 de março de 2020, Phillip Siqueira da Silva, mais conhecido como seu Siqueira, sai de casa todos os dias para distribuir comida para pessoas que moram nas ruas de Praia Grande (no estado de São Paulo). Desse modo, com ajuda de sua esposa, dona Ione, ele mesmo prepara as refeições e, de bicicleta, as entrega para quem precisa.

De acordo com o portal Catioro Reflexivo, Seu Siqueira reconhece que se mobilizou por causa da pandemia, uma vez que ela piorou ainda mais a situação dos moradores de rua. “Eu comecei esse trabalho com moradores de rua, desabrigados, na fila da Caixa Econômica também, servindo achocolatado, pão, margarina, bolacha, chá, água gelada”, conta.

Porém, com o tempo, ele percebeu que os cães que moram nas ruas também passavam por necessidades. “Depois vi a situação dos animais também, aqueles cachorrinhos sem água pra beber, com fome. Resolvi dar ração e água também e às vezes levo remedinhos para passar na perna”, comenta.

Veja mais boas notícias: Campanha “Doação em Dobro” apoia o projeto Brasil sem Fome no Amazonas e no Pará

Solidariedade que transforma

Há mais de um ano levando comida em sua bicicleta, o idoso possui como renda apenas sua aposentadoria, mas garante que ela é suficiente para ele se manter e comprar as doações.

Movido pela solidariedade, seu Siqueira distribui alimentos todos os dias para quem precisa. Foto: Catioro Reflexivo/Reprodução

Ele acrescenta que nem sempre foi fácil, entretanto a sua ação é muito gratificante. Além disso, seu Siqueira ressalta que a solidariedade é capaz de transformar. “Pessoas que deixaram a rua, se libertaram das drogas, outros estão trabalhando. Tem uns que dizem que iam assaltar, mas por causa da minha atitude de gentileza, desistiram. Ou seja, isso transforma”, afirma ao Catioro Reflexivo.

Apoio nas redes sociais

No dia 16 de janeiro, Michele Krachinski, também moradora de Praia Grande, decidiu compartilhar as ações de seu Siqueira nas redes sociais. Isso porque ela observava o trabalho social idoso há quase um ano e, comovida, resolveu divulgá-lo.

publicação teve mais de 1,2 mil compartilhamentos e também emocionou os usuários. “Uma notícia linda em meio ao caos que estamos vivendo, parabéns”, escreveu uma delas.

Reportagem de Isabela Stanga, sob supervisão de Ana Flavia Silva.

Fonte: Tudo Já Existe.