Doutores palhaços brasileiros “prescrevem” alegria a crianças internadas

Palhaçadas foram adaptas de acordo com as necessidades impostas pela pandemia

Quando os hospitais suspenderam as visitas, em março do ano passado, devido à pandemia de Covid-19, a eles só precisaram de duas semanas para montar a primeira estratégia a fim de manter o vínculo com as crianças, suas famílias e os profissionais de saúde. Criada em 2002 pela brasileira Beatriz Quintella, a Operação Nariz Vermelho é uma instituição sem fins lucrativos. Antes da pandemia, costumava levar para cada pediatria de 17 hospitais públicos portugueses uma dupla de doutores palhaços, conhecidos por garantir uma experiência de internação diferente, com brincadeiras, músicas e muitos sorrisos.

Clique aqui para ler a matéria completa.

Fonte: VivaBem UOL.