Jovem transforma baldes em casinhas para animais de rua poderem se abrigar em Tupã (MG)

A solidariedade pode ter várias causas e a ajudar os animais também é uma delas

Desde pequena sensibilizada com a causa animal, Lara Jacob, 23 anos, mantém uma ação social simples, mas muito efetiva para ajudar animais de rua de Tupã, município de 65 mil habitantes no oeste de São Paulo.

Lara, que é estudante de design de moda, transforma baldes em casinhas para cães e gatos abandonados poderem se abrigar.

Além das casinhas, a jovem também espalha potes com ração e água para os animais em diversos pontos da cidade. Assim, ela garante o mínimo de conforto nas noites de relento para dezenas de bichinhos.

jovem transforma baldes em casinhas para animais de rua

“Eu sempre tive muito respeito pelos animais e sempre busquei tratá-los bem e vê-los com outros olhos. Por isso nesse projeto eu pensei que tudo fosse muito sustentável e que fosse uma iniciativa colaborativa com a população em prol dessa causa”, disse Lara.

Além dela, seu cão Marley também foi influenciado pela causa, sendo doador de sangue, forma que a tutora encontrou para ajudar animais que são resgatados, e que muitas vezes tem anemia e precisam de transfusão de sangue.

A ideia do projeto surgiu de uma necessidade, pois o município de Tupã não possui ONGs, existindo somente as ações isoladas de moradores que alimentam os animais de rua.

“Muitas pessoas me perguntaram porque eu ajudo tanto os animais, mas é porque eles não têm voz. Eles não sabem pedir e eu vejo que eles se tornaram invisíveis no meio da população e as pessoas quando veem até espantam porque é um cachorro de rua, por exemplo”, disse.

Nos meses passados, as baixas temperaturas do inverno acenderam o sinal amarelo na cabeça de Lara. Ela sentiu-se na obrigação de fazer algo, e teve a intenção de comprar casinhas, mas como o custo ficaria muito alto, começou a pensar em outras possibilidades.

Pesquisando na internet, ela optou por um conceito sustentável das pequenas moradias, definindo como matéria-prima os baldes.

As casinhas são feitas com o auxílio de tio de Lara, que faz os cortes e perfurações. Até aqui, oito modelos foram disponibilizados em praças e espaços públicos da cidade.

Enquanto isso, Lara espera que a população se engaje à sua causa e que quando alguém ver um potinho vazio, que os abasteça com água e ração.

Fonte: Razões Para Acreditar.