pessoa sendo vacinada por uma enfermeira

Você se vacinou recentemente contra a covid-19 e por isso não foi doar sangue? Não tem problema: pessoas vacinadas recentemente podem doar, só precisam seguir as recomendações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A vacinação contra a covid-19 em 2021 fez com que muitas pessoas deixassem o ato solidário da doação de sangue de lado. O receio já vinha desde antes da pandemia, uma crença equivocada de que vacinas impediam as doações – algo que prejudica tremendamente os tratamentos de tantos pacientes no Brasil.

A verdade é que contanto que algumas orientações sejam respeitadas, as vacinas não impedem ou atrapalham a doação de sangue. Vale lembrar que, recém-vacinado ou não, há requisitos simples a serem cumpridos antes da doação. Você pode conhecer eles neste post.

O que deve ser considerado é um intervalo de tempo a partir da dose da vacina. E isso vale para todas, não apenas as contra o covid-19. Veja no quadro abaixo:

Vacina Intervalo para Doação
Covid-19 Coronavac/Butantan 2 dias
Covid-19 Pfizer 7 dias
Covid-19 Astrazeneca/FioCruz 7 dias
Covid-19 Janssen 7 dias
Gripe 2 dias
Tétano 2 dias
Febre Amarela 30 dias
Sarampo 30 dias

 

Em caso de outras vacinas não listadas acima, consulte o profissional de saúde na hora da aplicação, ou o hemocentro onde a doação será realizada. No mais, é só se programar e continuar a doar sangue!

Doação de sangue salva vidas. Seja você também um doador da Campanha Sangue Fraterno.