Ações solidárias maristas: Saiba o que a Educação Básica da PMBCS está realizando

Diretoria Executiva de Educação Básica (DEEB) oferece suporte aos alunos, famílias e comunidade em decorrência do impacto da pandemia 

Ações promovidas pelas escolas Maristas ajudam alunos, família e comunidade

Alunos em atividades realizadas em conjunto antes da pandemia.

 

Os colégios da Rede Marista de Educação Básica da PMBCS estão se movimentando com ações para minimizar os impactos provocados pela Covid-19. Presentes nos estados do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal, as unidades da Diretoria Executiva de Educação Básica (DEEB) estão trabalhando constantemente e fortalecendo os laços com alunos, famílias e comunidade durante o isolamento social.

Confira algumas das ações realizadas pela Rede Marista de Colégios (RMC),  Escola Champagnat (EC) e Marista Escolas Sociais (MES), que compõem a DEEB, do Grupo Marista.

Ações em andamento

Paraná

O Colégio Marista Maringá está aproveitando as redes sociais como o Facebook e Instagram para realizar uma acolhida virtual do Ensino Fundamental Anos Iniciais (EFAI).

Já em Almirante Tamandaré, como forma de manter o carinho mesmo à distância, estão sendo enviadas via Correios cartas de parabenização para os alunos e alunas.

Em Curitiba, na campanha #Maristaemcasa é o mascote virtual de Champagnat que passa de casa em casa, na dinâmica das
conhecidas ‘santinhas’, para que as famílias possam preparar um momento de espiritualidade e de reflexão, todos juntos. Depois dessa vivência, foram convidadas a repassar para que outras famílias também pudessem vivenciar.

Na Escola Social Ir. Acácio, localizada em Londrina, diante da necessidade de subsidiar os alunos e alunas, bem como suas famílias em quarentena, foi organizada a entrega de kits de alimentação para àqueles com renda zero, mapeados pela Equipe Psicossocial.

São Paulo

Em Santos, a Marista Escola Social Lar Feliz se articulou com a rede socioassistencial para atendimento às famílias em extrema pobreza com a inclusão nos programas de transferência de renda, fornecimento de cesta básicas e auxilio aluguel. A ação foi organizada conjuntamente entre as políticas públicas de educação e a assistência social a fim de garantir o acesso das famílias aos benefícios.

O Colégio Marista Glórias, na Capital, está aproveitando seu horário de missa semanal às 17h30, nas quintas-feiras, para partilhar o Evangelho do dia e uma mensagem de esperança e fé neste período de isolamento. Mesmo que de forma virtual, as preces e intenções postadas no Instagram e no Facebook por colaboradores e famílias são adicionadas na celebração.

Ainda em São Paulo, nas Escolas Sociais Ir. Justino e Ir. Lourenço foram articuladas ações para o fornecimento de cestas básicas e acompanhamento psicossocial.  Na Ir. Lourenço, em especifico, foram identificadas 25 famílias em situação de extrema vulnerabilidade que receberam itens de necessidade básica levantados em parceria com o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social, de São Miguel Paulista.

Como forma de ampliar o auxílio também para as famílias em cenário crítico do seu entorno, a Escola disponibilizou 15 kits com alimentos perecíveis que não seriam utilizados na merenda devido a quarentena. Em decorrência dos casos de violações de adolescentes, está sendo prestado apoio pela Rede Assistencial para suporte e acompanhamento presencial.

Santa Catarina

Em Florianópolis, a Escola Social Lúcia Mayvorne, focou em minimizar os impactos decorrentes da pandemia provocada pela Covid-19 fornecendo assistência para as famílias em situação de vulnerabilidade que não conseguem prover o próprio sustento. A iniciativa focou no fortalecimento da cooperação e parceria entre entidades públicas, privadas, autoridades locais e da sociedade civil organizada, entregando  kits alimentação. Os itens foram distribuídos com prioritário para quem tem uma renda per capita de até R$ 178 mês.

Ações finalizadas

Paraná

Na cidade de Cascavel, a Escola Social Marista mapeou as famílias com pessoas desempregadas junto à Assistente Social para buscar apoio e parceria. A união também ocorreu junto ao CRAS e a Paróquia do bairro onde a unidade está instalada. Já o Colégio Marista Sagrado Coração de Jesus, de Araucária, realizou a entrega de alimentos na comunidade Portelinha, auxiliando dessa forma 22 famílias da comunidade.

Ainda entre os exemplos das ações promovidas pelas escolas Maristas no estado, a Escola Social Eunice Benato, de Curitiba, se envolveu no atendimento pediátrico diário no Posto de Saúde Eunice Benato. Outra ação foi o fornecimento no mês de março de kit alimentação para 34 famílias da Educação Infantil acompanhadas pela equipe psicossocial da unidade, que diante da continuidade da pandemia, manteve a entrega também em abril.

São Paulo

A preocupação com a saúde ocorreu de uma forma geral. Observando o aparecimento de outros casos de Influenza A (H1N1 e H3N2) em todo Brasil, o Colégio Marista Arquidiocesano, localizado na Capital, realizou uma Campanha de Vacinação. Dessa forma, a unidade reafirmou o compromisso com a segurança e a saúde das família, além das resoluções para o cenário específico da Covid-19.

Santa Catarina

Em Criciúma, o Colégio Marista liderou uma campanha de ‘Solidariedade em Casa’ como forma de incentivar à realização de gestos de solidariedade e generosidade em tempos de pandemia.