Covid-19: Pastoral da Católica SC focada na preservação da Saúde Mental durante a quarentena

Além de doações à comunidade, o Centro Universitário está direcionando esforços no suporte emocional para o enfrentamento da pandemia e saúde mental da comunidade

Iniciativas voltadas à preservação da Saúde Mental estão sendo realizadas pelo Núcleo de Pastoral da Católica SC, por meio do Projeto Comunitário. De forma criativa, a equipe de voluntários está buscando soluções para superar os desafios do distanciamento social. Mesmo diante das restrições nos municípios catarinenses de Jaraguá do Sul e Joinville, os alunos se juntaram às instituições parceiras para para manter o apoio à comunidade.

Entre essas ações esteve o apoio da reforma da sala de prevenção ao suicídio do Centro de Valorização a Vida (CVV). O espaço fica localizado no 2º andar da rodoviária do município de Jaraguá do Sul. Como explica a aluna de Direito e voluntária do Projeto Comunitário, Alexia Sprigcigo, a ideia foi uma resposta ao momento. Afinal, cresceu a preocupação sobre o aumento dos índices de casos de depressão e ansiedade. “De forma geral, não medimos esforços para continuar as atividades de voluntariado, uma vez que sabíamos que esse era o momento em que a sociedade mais precisava”, ressalta.

INICIATIVAS QUE SE COMPLEMENTAM

Além disso, outras ações sociais da Pastoral foram adaptadas ao formato remoto. O voluntariado se manteve ativo com os estudantes a partir do desafio de criar uma história em quadrinhos com foco em ajudar a conscientizar a comunidade. Entre os temas das narrativas estiveram os cuidados gerais com a Saúde Mental (depressão, ansiedade, prática de exercícios físicos). Outro tópico foi a violência doméstica e como gerar renda em tempos de crise.

AMOR EM AJUDAR

Com paixão por realizar ações voluntárias desde sua experiência com os escoteiros, Alexia disse aproveitar o incentivo da Católica SC. E reconhece  que a sustentação, mesmo durante a pandemia, foi fundamental. “Acabamos aquecendo nosso coração em todas as ações. Mesmo antes da pandemia participei da visitação a um orfanato e apoiei o projeto com os imigrantes. São experiência que marcam para sempre. Frente a todo contexto pandêmico ainda foi possível apoiarmos a comunidade com doações de máscaras e cestas básicas”, conta.

BEM-ESTAR DE COLABORADORES E ACADÊMICOS

Focada diretamente na saúde mental do público interno, a Católica SC implementou ainda o programa Equilibre-se. Esse programa  está garantindo apoio jurídico, financeiro, social e psicológico de até oito sessões para cada tema, aos estudantes ou colaboradores que solicitarem ajuda. A execução da iniciativa está a cargo da Optum, empresa especializada contratada que conta com equipes específicas para cada tipo de atendimento.

Segundo o reitor, Diogo Richartz Benke, essa é uma forma para ajudar a todos. “É um apoio a mais que pode trazer mais segurança e tranquilidade. Não estamos medindo esforços para proporcionar uma jornada não apenas universitária, mas de vida mais saudável e positiva”, relata.