Conheça e relembre as iniciativas da PUCPR durante a pandemia

Memorial da covid-19 reúne o que já aconteceu e o que está acontecendo na Universidade nesse período em formato de linha do tempo

 

Aulas online, trabalho remoto, Câmpus vazio: desde março de 2020, a pandemia da covid-19 trouxe inúmeros desafios e gerou mudanças para toda a comunidade acadêmica da PUCPR. A partir de um esforço conjunto de estudantes, professores e colaboradores, foi possível não apenas continuar as atividades da Universidade, como também responder de forma ativa às demandas e dilemas criados pelo novo normal. Para registrar esse período na memória da PUCPR, foi criado o Memorial da covid-19 – um site em formato de linha do tempo que reúne tudo o que aconteceu e ainda está acontecendo na Universidade relacionado à pandemia.

No site, é possível filtrar as iniciativas realizadas desde março de 2020 por Câmpus, Escolas e demais setores da Universidade. Ao todo, são mais de 150 iniciativas catalogadas, dentre adaptações pedagógicas e organizacionais da PUCPR, contribuições com a imprensa, pesquisas científicas desenvolvidas acerca da covid-19, eventos realizados de forma virtual, atividades culturais e muitas outras. O Memorial continuará a ser atualizado conforme o surgimento de novos projetos.

História e memória da PUCPR

O reitor da PUCPR, professor Waldemiro Gremski, explica que o objetivo do Memorial é, além de preservar a memória institucional, compartilhar a experiência de todos da PUCPR com a comunidade em geral. “Toda instituição de ensino deve ser não apenas um ‘porto seguro’ diante das adversidades, mas, acima de tudo, um farol a indicar o melhor trajeto a ser escolhido”, reforça.

A criação do site é uma iniciativa conjunta do Centro de Memória da PUCPR, da Reitoria e da Secretaria Geral da Universidade, que consultaram os demais setores para reunir as informações. O resultado é um importante registro histórico proporcionado pela tecnologia, como destaca Katia Biesek, coordenadora do Centro de Memória da PUCPR. “Cada um dos setores está fazendo suas atividades, e às vezes não sabemos o que está acontecendo em outros lugares. Agora, toda a comunidade universitária pode ver o esforço e tudo que foi feito de bom por cada um de nós, para que as atividades da Universidade não parassem.”

Fonte: PUCPR.