Doações que custam pouco (ou nada) e transformam vidas

Quantas vezes somos tocados por uma situação e pensamos “Eu gostaria de ajudar, mas tenho tão pouco a oferecer”

Hoje queremos expandir os olhares sobre o verdadeiro significado da solidariedade e trazer exemplos práticos de como pequenas doações transformam vidas.

Antes de tudo, um breve resgate sobre “Ser solidário”

A solidariedade é um estilo de vida espelhada em Cristo, no qual cada momento é uma oportunidade de oferecer ao próximo um gesto de ternura, compreensão e respeito. Ser solidário, portanto, não se trata exclusivamente da questão financeira. Mas sim, sobretudo, de ter um olhar cuidadoso com o próximo.

Então, agora com essa reflexão em mente, vamos ver tipos de doação que custam pouco para quem doa e muito para quem recebe?

Imposto Solidário: um novo futuro para várias histórias

Você já deve ter ouvido ao menos alguma vez sobre o “Imposto Solidário”. Mas como ele funciona na prática e por que é tão importante? Vamos te mostrar que ele é mais simples do que parece.

Primeiro de tudo, o que significa?

O Imposto Solidário é uma maneira de você destinar parte do seu imposto de renda para projetos sociais.

Imposto a restituir ou a pagar, em quais desses casos se aplica?

Aos dois. Independente se você vai pagar ou receber, você pode doar. O valor é calculado com base no imposto devido, que se não for doado, irá 100% para a União.

Eu pago algo a mais?

Não. Na prática, você estará apenas alterando a destinação: ao invés do imposto ser destinado para o governo, ele vai para projetos sociais (que você pode escolher quais são).

Até quanto eu posso doar?

Você pode destinar até 6% do seu imposto, sendo até 3% para fundos relacionados ao Idoso e os outros 3% a projetos voltados para a Criança e Adolescente.

Por que é importante?

A doação do seu imposto potencializa projetos que, na prática, ajudam a dar novas perspectivas para a vida de centenas de pessoas. Nos projetos da Criança e Adolescente, por exemplo, a sua doação pode contribuir para a formação e desenvolvimento de um jovem. Dessa forma, o valor investido é aplicado diretamente no futuro dessa pessoa.

A sua doação pode contribuir, por exemplo, com: 
  • Compra de livros;
  • Preparo de refeições;
  • Remuneração de professores;
  • Aquisição de equipamentos para salas de aula e alunos;
  • Preparação de jovens atletas;
  • Saúde para crianças e adolescentes.
Confira alguns projetos em seguida: 
  • Marista Escolas Sociais: educação para mais de 7 mil crianças em situação vulnerável. Saiba sobre o projeto aqui; 
  • Hospital Universitario Cajuru: unidade de referência ao atendimento dos traumas em Curitiba e Região Metropolitana. Atende 100% pacientes SUS. Para saber como ajudar, ligue para (41) 3271-1141, ou mande um e-mail [email protected]

Tempo: um dos nossos investimentos mais preciosos

Sabe aquele ditado de que “tempo é dinheiro”?”. Com ela abrimos a reflexão: se ele é nosso bem mais precioso, por que não doá-lo com mais frequência aos nossos Irmãos? Aí mora justamente a essência da solidariedade: a atenção e o cuidado genuínos com o próximo.

Essa simples doação pode ser incorporada nos mais diversos momentos do nosso dia a dia: desde a criação de um compromisso fixo, como um trabalho voluntário, por exemplo, até mesmo gestos espontâneos.

Tem um amigo passando por um dia difícil? Então, que tal telefonar para ele na hora do almoço? Ou quem sabe comprar um doce e enviar um bilhete junto?

Está passando por um lugar e se lembrou de alguém da sua família? Por que não enviar uma mensagem de “Acabei de me lembrar de você”?

Atitudes como essas custam pouco e aquecem o coração, tanto de quem doa, quanto de quem recebe.

Conhecimento, o motor que transforma o mundo

Nós, Maristas, acreditamos que o conhecimento, aliado à fraternidade, é a base para um mundo melhor.

Então, por fim, queremos finalizar os exemplos da solidariedade te convidando a embarcar no mundo da educação. Mas como?

É simples: contribuindo, como puder, com os conhecimentos que possui.

Quer ideias? Separamos algumas em seguida:

  • Faça uma live ensinando um tema que você domina;
  • Escreva livros;
  • Compartilhe receitas que podem gerar renda para outras famílias;
  • Ensine um assunto que você tem familiaridade por conta do trabalho ou faculdade;
  • Contribua com a evangelização de crianças e jovens.

Neste texto, citamos diversos outros exemplos.

Esperamos que você tenha gostado do conteúdo e se sentido inspirado e inspirada.

Juntos caminharemos em direção a um mundo mais fraterno e solidário.

Fonte: PMBCS.